Karaté Shotokan De Recarei

Kihon/Kiai/Kumité/Bunkai

Kihon/Kiai/Kumité/Bunkai

 

KIHON

Os fundamentos técnicos do karaté são passados aos alunos através dos treinos de kihon, porém, no início, tais princípios eram repassados por intermédio dos kata. É no kihon que o praticante irá desenvolver todo o seu potencial para a arte marcial, bem como preparar o seu corpo para as agruras que virão com o passar dos anos de treino.

É também no kihon que o praticante desenvolve o espírito de karateca, pois este é o momento onde os princípios do dojo kun são postos à prova real e o corpo irá padecer caso o espírito seja fraco ou o desejo de ser karateca não seja verdadeiro. O caminho do karate é vislumbrado pela primeira vez durante os exercícios de kihon e o sentimento de dever cumprimento se manifesta com maior intensidade, mesmo quando o corpo está exausto e quase sem forças para andar.

 KIAI

O kiai ou “grito de força” – KI: força e AI: grito – é uma energia que nasce a partir do baixo ventre (saika tanden – aproximadamente cinco centímetros abaixo do umbigo).Todos têm um grito de força, principalmente os grandes felinos. Geralmente, esses animais paralisam as suas presas com o seu kiai antes de atacá-las. O kiai pode ser aplicado em três momentos.Significa luta, combate. É a aplicação prática das técnicas do Karaté diante de um adversário real.

1- No início de uma atividade;

2- Durante a realização desta tarefa;

3-Final de um trabalho;

Os gritos de guerra servem para aumentar, acelerar e expor a força de acção do homem. Portanto, podem ser aplicados contra incêndios, vendavais e as fortes ondas marítimas para criar coragem e energia para enfrentá-los. Na luta individual, para colocar o adversário em movimento, o grito antecipa os seus golpes e, em seguida, pode se aplicar pontapés e socos. Não é necessário utilizar o grito simultaneamente com os golpes. No decorrer da luta, ele servirá para incentivar e o colocar numa situação vantajosa, sendo forte e profundo. Tomar precaução ao gritar, pois se o grito for usado fora de ritmo ou de tempo ou em ocasiões impróprias poderá surgir como contra-efeito, tornando-se prejudicial. No Japão há a prática do Kiai Do – caminho do grito da força – onde o praticante chega a ter medo do próprio grito.

 

Kumité

O objetivo é demonstrar a efetividade tanto das técnicas de ataque como o da defesa.

Os pontos importantes a observar o trabalho do Kumite são: distância, velocidade, reação, antecipação, controle e a correta aplicação do ataque e defesa.

O kumite permite desenvolver a tática e a estratégia. O aprendizado é progressivo e inclui

KIHON KUMITE: Combate básico.

GOHON KUMITE: Combate a cinco passos tem o objetivo de fortalecer o vigor dos praticantes através de sequências do ataca e defesa. O gohon kumite deve ser praticado a exaustão, procurando realizar cada movimento com a maior precisão e fidelidade possível.

SANBON KUMITE: Combate a três passos, tendo por objetivo aumentar a agilidade de quem ataca e de quem defende. Deve ser executado com a máxima intensidade e velocidade de movimentos, pois só assim o controle necessário ao domínio das técnicas utilizadas poderá ser alcançado. O corpo deverá trabalhar como uma unidade que se desloca pela área de combate.

KIHON IPPON KUMITE: Combate básico.

IPPON KUMITE: Combate a um passo, tendo por objetivo criar no praticante a idéia de vencer com um único golpe para isso é necessário o desenvolvimento de habilidades acessórias, como observação, para análise das situações. A noção de espaço e tempo (maai em japonês) torna-se fator preponderante, bem como o conhecimento real do próprio corpo e de seus limites físicos e mentais.

JYU IPPON KUMITE: Combate semilivre a um único golpe, tendo por objetivo favorecer o desenvolvimento de vivências corporais nas situações de luta real e assim preparar o corpo e a mente para as mesmas.

SHIAI KUMITE: Combate com regras oficiais e tempo definido (luta de competição).

JYU KUMITE: Combate livre, sem regras, uso livre de todo o tipo de técnica, tanto de braços como de pernas, luxações, projeções, estrangulamentos, etc.

Todos com ataques, defesas e zonas de ataque definidas.

Bunkai

Denomina-se de Bunkai , ao estudo das aplicações práticas de um Kata.Literalmente,significa análiseou decomposição. No Karatê moderno há nas competições uma categoria na qual os atletas competem com a mostra de aplicações práticas dos katas,em equipa ou individual.O estudo dos significados das katas pode ser subdividido conforme o nível de aprofundamento.

Kihon Bunkai

Aplicações básicas. São aquelas explicações que são dadas de forma a mostrar os sentidos e finalidades mais básicas das técnicas que compõem uma kata.